3 pontos de atenção durante a crise

Veja por onde começar a procurar oportunidades de maior eficiência e produtividade em seu supermercado

Cada empresa encontra oportunidade de redução de custos em uma área diferente. “Não existe uma receita de bolo p ronta para colocar as despesas em dia”, afirma Rodrigo Rhigi, sócio da consultoria Galeazzi & Associados. “As companhias têm necessidades particulares e o desafio é justamente identificar as alavancas que trarão os resultados esperados.”

Para o especialista, é importante adotar ferramentas que permitam decidir de maneira mais assertiva o que pode ou não ser enxugado. Uma delas é o Orçamento Base Zero (OBZ) , que, como o próprio nome diz, consiste em construir as despesas partindo do zero (sem considerar histórico anterior).

Independentemente disso, uma recomendação importante é ficar atento aos detalhes. Abaixo, três áreas que podem servir como ponto de partida para um trabalho de análise de oportunidades.

1. Despesas gerais e administrativas
Em muitos supermercados, essa área traz possibilidades de ganhos sem prejudicar a eficiência da companhia. É possível encontrar, por exemplo, casos de gerentes que têm apenas um supervisor como subordinado. “Não faz sentido ter um profissional para gerir apenas uma pessoa”, ressalta Righi. Como esse, pode haver outras possibilidades de tornar a estrutura mais dinâmica. Há casos de redes varejistas que, no início da crise, já procuraram ajustar a equipe e os salários de acordo com o mercado e com a produtividade de cada um.

2. Verbas para compradores
Definir uma verba mensal, por exemplo, que sirva de limite para os compradores também contribui para melhorar os resultados. Righi explica que elas limitam o gasto e levam o comprador a procurar melhores negociações com os fornecedores.

3. Revisão do sortimento
“Muitos supermercadistas ainda acham que quanto maior o mix, melhor”, diz Righi. Mas nem sempre essa receita funciona. “Variedade demais pode prejudicar a exposição e levar a estoque parado”, diz o sócio da Galeazzi & Associados. Para ele, um sortimento adequado evita todos esses problemas: reduz dinheiro parado, atende adequadamente a demanda do cliente, otimiza espaço em gôndola e eleva as vendas do supermercado.

www.sm.com.br

3 pontos de atenção durante a crise
Tagged on:                                                 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *